quarta-feira, 9 de junho de 2010

Celebrando o amor


Hoje é um dia muito especial: 9 de junho de 2010. Faltam apenas quatro meses para o grande dia. Os preparativos estão mega acelerados, tudo entrando nos eixos para que o casamento tenha a nossa cara e que todo mundo se divirta bastante na festa. Mas não é só isso. Hoje é uma data ainda mais especial. Estamos comemorando exatamente três anos de namoro. Três anos depois do primeiro beijo inesperado na festa à fantasia.

Apenas bons amigos

Não sou muito romântica, nem de fazer declarações de amor em público, mas vou tentar mostrar aqui um pouco do que significa a nossa relação e o sentimento que existe entre a gente. Nesses três anos muita coisa aconteceu e mudou nas nossas vidas: conhecemos muitos lugares e pessoas diferentes, assistimos novos filmes e lemos novos livros, compramos um carro juntos, evoluímos profissionalmente, amadurecemos, nos divertimos, brigamos, fizemos as pazes, rimos ao extremo, e mais uma infinidade de coisas.

9 de junho de 2007

Temos mais coisas em comum do que podíamos imaginar, principalmente em gosto e personalidade, salvo algumas exceções gritantes. Ele é o meu ponto de equilíbrio e a recíproca é verdadeira. Se eu acelero demais, ele me ajuda a dar um freio, mesmo que eu fique emburrada e contrariada. E se a emoção dele grita mais alto nas atitudes, eu venho com a minha razão impetuosa e coloco os pés dele no chão. E assim a gente se equilibra e se entende como ninguém.

Casal

Eu reclamo do comportamento dele de vez em quando, faz parte do ser humano, mas nem no meu pensamento mais positivo imaginava que pudesse existir namorado tão dedicado e companheiro. A gente se entende mesmo no silêncio, sem dar uma palavra. Sou super feliz e apaixonada pelo meu namorado e futuro marido que compreende quando eu acordo de mau humor, a minha personalidade forte, os meus momentos de autoritarismo e esse meu jeito assim acelerado de ser. Todo e qualquer momento que precisei, ele estava lá ao meu lado, firme e forte, sem eu precisar pedir ajuda. Acima, de qualquer coisa ele é meu melhor amigo, e acho que isso é o mais importante. É a melhor companhia para qualquer programa, seja perfeito ou furado.

O pensamento lá em você

O casamento aconteceu naturalmente. Nem sei dizer quando decidimos. As nossas vidas se uniram de tal maneira que não teve para onde correr ou como evitar, mas estamos super felizes e curtindo cada momento juntos. E olha que ele é um noivo que participa de tudo. O objetivo da festa é celebrar esses três anos juntos e muitos outros que ainda virão, porque a gente ama estar junto e se divertir juntos. E quando essa fase acabar, outras virão porque temos uma variedade de planos juntos: pessoais, profissionais, acadêmicos, turísticos e familiares. Queremos ficar velhinhos juntos e poder cuidar um do outro para sempre.


Hoje, quero dizer que curto cada dia desses três anos e que nossa relação só se fortalece com todos os momentos bons e ruins. Parabéns a nós e vamos correr com os preparativos que o grande dia está chegando.

Quantos momentos:

Búzios

Floripa

Aniversário dele

Bloco carioca

Jeri

Buenos Aires

Itacaré

Gramado

Itacoatiara

Rio de Janeiro

5 comentários:

Jackeline Mota disse...

Que lindo! Vcs são um casal lindo, que eu adoro e quero muito bem, toda a felicidade do mundo! beijos,

Cristiane disse...

Ai linda parabéns vc merece ser feliz apesar de te conhecer só pelo blog e temos algumas finalidades e arrasa viu vcs são lindos mil beijinhos.Ah sabe me izer se a Casa do Canal tem ar condicionado e gerador? mande pro meu email ou escreve no blog mesmo tá? cristiane@cristianecahet.com.br

Danielle disse...

Amiga,

me emocionei com esse texto. Em pensar que eu dei maior força para esse primeiro beijo sair. Vocês são um casal lindo e não canso de dizer. Desejo que esses três anos se multipliquem por mil. Vocês são especiais! E rumo ao casório que eu quero ver logo essa noiva arrasando e o noivo também. Agora o Lucas precisa deixar um comentário aqui. Poxa foi uma baita declaração de amor.

Beijo.

Lucas disse...

Eu como uma manteiga derretida que sou chorei lendo esse depoimento lindo , melhor presente que eu poderia ganhar, por isso que é bom ser casado com uma jornalista que escreve como ninguem e que sabe encantar com as palavras.
Te amo
bjs

Anônimo disse...

Ai que namorado fofo! Adorei.

Beijo.

Dani